Encontros da Muralha – Bovicare IBR e BVD

Durante o mês de Maio decorreram uma série de reuniões inseridas nos Encontros da Muralha, cujo tema foi foi o novo Programa BOVICARE IBR e BVD da COPRAPEC. Este programa tem como objectivo o controlo das doenças IBR e BVD.

Durante estes encontros os Produtores ficaram a conhecer melhor o IBR e BVD, como a doença se transmite, quais os custos para a produção e formas de controlo e erradicação.

Nestas reuniões, realizadas no Auditório do Hospital Veterinário Muralha de Évora, contámos com a presença do Dr. André Preto, da MSD Animal Health, com a Dr. Sílvia Lopes do Laboratório da COPRAPEC, e com a Dra. Ana Gomes, do ADS Évora (COPRAPEC), que ajudaram a esclarecer todas as dúvidas acerca da doença e do programa.

A Rinotraqueíte Infecciosa Bovina (IBR), a Diarreia Viral Bovina (BVD), estão entre as várias doenças infecciosas virais que podem afectar os rebanhos de bovinos de carne em extensivo, e destacam-se, pelos custos e perdas que podem trazer e pelo impacto sanitário que simbolizam. Sabe-se que as doenças infecciosas são responsáveis por cerca de 40 a 50 % das causas de perdas de gestação, sendo que a IBR, e BVD têm vindo a ser associadas com estas desordens reprodutivas.

Alguns países do norte da Europa já têm estatuto de livres de IBR. Em alguns outros países estão em curso programas de controlo de IBR e BVD, a nível nacional ou regional, obrigatórios e regulados pelas autoridades nuns casos, noutros numa base voluntária.

Em Portugal, não existe um programa nacional obrigatório de erradicação. Contudo, existem actualmente alguns projectos a nível local, nomeadamente de algumas ADS/OPP para o controlo sanitário do IBR e do BVD numa base voluntária, que deverão avançar já em 2015. Exemplo disso é o BOVICARE, da COPRAPEC (ADS de Montemor-o-Novo, Évora e Alcácer do Sal).

Qualquer dúvida acerca deste programa não hesite em contactar-nos.

 

 

 

1 responder

Os comentários estão fechados.